12 de outubro de 2020
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 12/out/2020

CFM revela que Piauí está no ranking de menor gastos na Saúde

Levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) revela que o governo do estado ocupa o 15º lugar no ranking de menor investimento na Saúde. Segundo a pesquisa, o estado aplicou em 2019 apenas R$ 309,05 per capita no setor.

Veja dados completos aqui

O investimento do governo do Piauí e outros doze estados é inferior à média nacional, que é de R$ 366,22. No ranking nacional, o estado que ocupa a melhor posição é Roraima, que chega a aplicar R$ 967,85 em ações e serviços de saúde, quase o triplo do valor aplicado no Piauí. Os dados do CFM constam no Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS), do Ministério da Saúde.

A pesquisa revelou que Teresina é a capital brasileira que mais investe em saúde. Veja matéria aqui

O Conselho Federal aponta ainda que os gastos com saúde por parte do governo federal no Piauí também estão abaixo da média, no ano passado foram aplicados R$ 473,04 per capita.

O prefeito Firmino Filho destacou que é necessário um investimento maior dos estados e da União para não sobrecarregar os municípios, mas está cada dia mais difícil.

“Teresina atende pessoas de cerca de 300 cidades do Piauí e de outros Estados. A capital não pode assumir, sozinha, uma responsabilidade que deve ser compartilhada com os demais entes federativos. É preciso que Estado e União façam sua parte, ampliando os investimentos na área da saúde”, disse Firmino Filho.

O IBGE já revelou que Teresina é a capital brasileira que mais recebe pacientes de alta complexidade, serviço que deveria ser mantido pelo Estado e está sendo oferecido quase na sua totalidade pela capital. Os dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS), por exemplo, demonstram que, atualmente, dos R$ 14 milhões gastos mensalmente com o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a cidade só recebe repasse de R$ 3 milhões. Os R$ 11 milhões restantes são bancados pela Prefeitura de Teresina.

O governo do estado informou que divulgará nota explicando os gargalos enfrentados ainda na Saúde, mas informou que este ano realizou um dos maiores investimentos no setor.

Flash Yala Sena (Com informações do CFM)
yalasena@cidadeverde.com

0 Comentários

Deixe o seu comentário!