12 de maio de 2020
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 12/Maio/2020

Com balões brancos, enfermeiros protestam contra falta de EPIs e valorização na frente do HUT

Profissionais da enfermagem se concentraram em frente ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), nesta terça-feira(12), no ato de Vigília pela Enfermagem, na data em que se comemora o Dia do Enfermeiro.  Na oportunidade, fizeram um minuto de silêncio pelas vítimas da Covid-19 e soltaram balões com nome dos mortos no Piauí.

Os enfermeiros também fizeram reivindicações pelos 40% de isonomia para todos os profissionais da Enfermagem do Município e por equipamentos de proteção individual (EPIs), de qualidade, para os trabalhadores, não somente para os que estão no setor Covid.

A enfermeira Iara Leite, que trabalha no setor de emergência adulto do HUT, informou que todos os profissionais estão entrando em contato com o coronavírus, já que os pacientes suspeitos entram pelo setor de emergência e só depois que vão para o setor Covid. Ela reclama que, neste atendimento, faltam EPIs adequados e um ventilador de transporte, que ajudaria a evitar um contato mais físico entre paciente supostamente infectados e profissionais que não estão com os EPIs adequados.

“Todos estão entrando em contato com a Covid, muitos profissionais que estão adquirindo o vírus, estão fora do setor predestinado para pacientes de Covid. Esses que estão fora do setor têm maior risco. Apenas o setor Covid tem ventilador de transporte, os outros profissionais que as vezes têm que transportar pacientes suspeitos, ambusando (respirador manual) para tomografia, esse procedimento ocasiona maior riscos para os profissionais e para outros pacientes”, afirmou Iara Leite.

Ela acrescenta que no dia que se comemora o seu dia, Iara disse que tem orgulho da profissão, da categoria, os colegas que lutam bravamente, mas o sentimento é de “injustiça por parte do poder público”.

O movimento foi organizado pelo Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí (Senatepi) e o Sindicato dos Servidores Municipais de Teresina (Sindserm).

Resposta da FMS

Cidadeverde.com entrou em contato com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) que informou que tem adquirido EPIs para toda a equipe da área de saúde e que o adicional de insalubridade será pago em folha suplementar para os profissionais que estão trabalhando diretamente no enfrentamento à Covid. Já para os servidores que já recebem insalubridade o valor será reajustado até chegar aos 40%. Confira nota na íntegra:

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) e o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) asseguram que realizam aquisição constante de equipamentos de proteção individual (EPIs) para toda sua equipe da área da saúde, ainda que esses itens estejam com alta demanda no mercado mundial devido à pandemia de covid-19.

Sobre a insalubridade aos servidores, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) garante o adicional de 40% aos profissionais que estão trabalhando diretamente no enfrentamento à Covid-19, em contato com os pacientes infectados. O pagamento dos servidores será feito em folha suplementar. 

A FMS assegura que os servidores que já recebem insalubridade em valor menor terão seu adicional reajustado, para que chegue aos 40%. Essa medida será válida enquanto durar a pandemia em Teresina.

A respeito dos ventiladores de transporte, todos os pacientes do HUT são submetidos ao uso do aparelho com filtros adequados para evitar contaminação do ambiente.

Mesmo que a orientação das autoridades em saúde seja de evitar aglomerações para evitar contágio pelo vírus, a FMS e o HUT respeitam o direito de manifestação da categoria da Enfermagem e se coloca sempre à disposição para diálogo com seus representantes.

 

Caroline Oliveira e Roberta Aline
redacao@cidadeverde.com

0 Comentários

Deixe o seu comentário!