27 de janeiro de 2021
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 27/jan/2021

Deputado critica novo decreto para conter o avanço da Covid-19 no Piauí

Deputado estadual Marden Menezes (PSDB) O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) em vídeo, criticou o decreto recém publicado pelo governador Wellington Dias (PT) que determinou a adoção de novas medidas para conter o avanço da Covid-19 no estado do Piauí, publicado na terça-feira (26).

O decreto determina a suspensão, em todo o estado, da realização de festas ou eventos comemorativos do Carnaval, incluindo prévias carnavalescas e similares, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por entes públicos ou pela iniciativa privada.

Bares e restaurantes só poderão funcionar até as 23h. Também foi proibido a utilização de som ambiente, seja por meio de música ao vivo, som mecânico ou instrumental. Para o comércio ficou decidido o funcionamento até as 17h e das 12h às 21h para shoppings centers. Também está proibida a concessão de ponto facultativo nas repartições públicas no período definido em calendário para o Carnaval, especialmente nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro de 2021.

Segundo o deputado Marden Menezes, a medida publicada nesta terça-feira (26), com validade até o dia 21 de fevereiro, só irá  prejudicar ainda mais a classe trabalhadora do Piauí.

“O senhor governador Wellington Dias baixou mais um decreto com novas medidas de restrição ao convívio social no Piauí, justificando essas medidas naquele que seria o período de carnaval. Embora concorde que nesse período não cabe os grandes eventos, típicos de carnaval, que geram grandes aglomerações, mas a verdade é que essas novas medidas do governador apenas enxugam gelo. E que impõem ao comércio, aos bares, restaurantes e músicos piauienses, que estão literalmente passando fome, a conta pela pandemia”, declarou Marden Meneses.

O deputado completa, e afirma que as restrições no horário de funcionamento de algumas atividades podem alcançar um resultado oposto ao esperado, já que a população irá buscar os serviços em um menor espaço de tempo, o que consequentemente irá gerar aglomerações.

“Enquanto as pessoas esperam transparência na aplicação dos recursos públicos, eficiência dos serviços públicos e a valorização dos profissionais de saúde, o governador pensa em diminuir o horário do comércio. E vai fazer com que as pessoas se aglomerem em um menor espaço de tempo possível, o que não vai resolver o problema e vai sacrificar ainda mais a classe trabalhadora do Piauí, infelizmente”, finalizou.

Confira o vídeo do deputado:


Alepi

0 Comentários

Deixe o seu comentário!