7 de abril de 2018
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 07/abr/2018

Dia Mundial da Saúde alerta para a prevenção de doenças no Piauí

Dia Mundial da Saúde alerta para a prevenção de doenças no PiauíDoenças do Sistema Respiratório/Foto: enfermagem saudável

Por ano, no Piauí, apenas as doenças do aparelho circulatório e do respiratório representam cerca de 8,5 mil óbitos. Deste número, o infarto ocasionou 1,7 mil mortes e as doenças hipertensivas 1,4 mil. Os dados são do Ministério da Saúde e se referem a tabulação de informações de 2015. Com o Dia Mundial da Saúde, celebrado neste sábado (7), o cardiologista e diretor clínico do Hospital Rio Poty, Maurício Paes Landim, faz um alerta quanto a prevenção, de modo que a população adote hábitos saudáveis e passe a olhar com melhor zelo para cuidados básicos, evitando que sejam acometidos por essas e outras doenças que estão entre as principais causas de mortalidade no Estado. “A medicina preventiva é importante e sua função está ligada à prevenção das doenças e seus agravos”, disse o médico do Hapvida.

Maurício Paes Landim/ Foto UESPI

Foto: UESPI

Maurício Paes Landim indica que a população não pode negligenciar sua saúde, devendo ficar atenta aos sinais. Para ele, as medidas preventivas estão ao alcance de todos e podem evitar o surgimento de diversos problemas ou impedir que algumas doenças sejam agravadas. “São, muitas vezes, medidas básicas, simples do cotidiano, que podem ajudar às pessoas a terem uma vida mais saudável. Muitas pessoas só vão valorizar quando realmente são acometidos de alguma doença que poderia ser evitada”, frisou o cardiologista do Hospital Rio Poty.

Diante disso, o diretor clínico do Hapvida reitera também para a necessidade de se praticar regularmente exercícios físicos e dar prioridade à alimentos saudáveis. O abandono de vícios é outro fator primordial para a saúde. “Apesar do tempo corrido no dia a dia, as medidas preventivas estão, muitas vezes, ao alcance de todos, como prática regular de atividade física, uma alimentação saudável, evitar exposições a agentes infecciosos, por exemplo, também o controle da pressão arterial, o abandono de alguns vícios como o fumo e a bebida alcoólica”, frisou o cardiologista Maurício Paes Landim.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!