8 de maio de 2020
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 08/Maio/2020

Firmino decreta luto de três dias por morte de Maria da Inglaterra

Na madrugada desta sexta-feira (8), a compositora Maria da Inglaterra morreu, aos 81 anos, no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

A cantora estava internada desde a última segunda-feira e morreu vítima de doença renal crônica aguda.

Segundo o ex-empresário da compositora, ela procurou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com um quadro de diarreia e falta de apetite, foi foi hidratada com soro, porém, o estado de saúde não melhorou e ela foi encaminhada para o HUT.

  • Foto: DivulgaçãoMaria da InglaterraMaria da Inglaterra
  • Maria da Inglaterra é uma das maiores referências da música e do folclore piauiense e tem aproximadamente 2000 composições, ela é natural de Luzilândia.

Ainda na década de 1980, chegou a participar do projeto Pixinguinha, no Rio de Janeiro e em 2010, a cantora foi homenageada no Dia Internacional da Mulher pelo programa Domingão do Faustão.

A Fundação Monsenhor Chaves divulgou uma nota de pesar sobre a morte da artista.

É com um grande pesar que a Fundação Monsenhor Chaves e a Prefeitura de Teresina recebem a notícia do falecimento de Maria Luiza dos Santos Silva, a eterna Maria da Inglaterra.

Uma das mais notáveis representante da cultura local, com forte expressão folclórica marcando a identidade da nossa música, Maria da Inglaterra é dona de centenas de canções que tratam da simplicidade da nossa gente e entra para a história como a “mãe da música popular piauiense”.

E nesse momento de dor, a Fundação Monsenhor Chaves e a Prefeitura de Teresina se solidarizam com familiares, amigos, ratificando os votos de pesar e, principalmente, agradecimento pela dedicação e exemplo.

Luis Carlos Alves – Presidente da FMC
Paulo Dantas – Superintendente Executivo

0 Comentários

Deixe o seu comentário!