16 de fevereiro de 2018
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 16/fev/2018

Obra de abastecimento divide opiniões no plenário e vereadores trocam ofensas

A última sessão ordinária do mês de fevereiro, deixou o plenário da Câmara Municipal de Parnaíba em clima fechado. Os vereadores Bernardo Lima (Progressistas), e Ronaldo Prado (PPL) dispararam duras ofensas um ao outro durante suas falas, em torno desta discussão a obra de abastecimento de água na comunidade Baixa da Carnaúba.

O vereador Bernardo Lima pediu que os assessores da câmara entregassem durante a leitura dos requerimentos, cópias dos ofícios datados do ano 2017, que foram enviados pela Agespisa em resposta a uma cobrança feita pela prefeitura de Parnaíba via Ministério Público do Piauí referente a ampliação dos serviços de abastecimento para a baixa da carnaúba e mais três comunidades no entorno.

Na última sexta-feira (09), o governador Wellington Dias (PT), esteve em Parnaíba para a obra de ampliação do abastecimento de águas nessas comunidades do entorno da baixa da carnaúba. Estavam presentes nessa solenidade, secretários, deputados estaduais e os vereadores, entre eles, Ronaldo Prado, que fez uso da palavra para destacar que aquele serviço havia sido solicitado por ele, há muito tempo, e que agora o governo estava colocando em prática tão esperada obra.

De acordo com o vereador Bernardo Lima, que iniciou sua fala informando que nesta mesma solenidade, havia um vereador tecendo críticas ao poder executivo municipal e a ele, afirmando que em nada a prefeitura de Parnaíba teria participado desta conquista.

“Eu acho que o vereador sofre de Alzheimer ou quer ser o pai da criança, porque aqui está o ofício, onde a própria Agespisa responde a provocação feita pelo município em relação à esta obra, a cobrança foi feita no ano passado e agora o governo vem dizer que simplesmente estava na pauta” disse Bernardo.

Logo em seguida o vereador Ronaldo Prado pediu a palavra, e disse que vereador de primeiro mandato quer aparecer, e que acha que pode tudo por “puxar o saco” do prefeito. Só no final de sua fala é que Ronaldo se dirige ao vereador Bernardo Lima e diz “Se tem algum problema pessoal comigo, que venha resolver, porque eu sou homem; agora não vou aceitar que venha com baixaria em dizer que eu tenho Alzheimer, e se eu tivesse me trataria, o que não tem tratamento é falta de educação de quem quer aparecer” pontuou Ronaldo.

O presidente da casa, vereador Geraldo Alencar (PSB), pediu que o nível fosse mantido dentro das discussões, que não houvesse trocas de acusações entre os vereadores, e que se alguma inverdade tivesse que ser contestada, que assim fosse feita por meio de documentos, sem que fosse preciso entrar no mérito pessoal dos parlamentares.

Em sua fala, Bernardo Lima retrucou o que disse anteriormente Ronaldo Prado, e disse que não havia mencionado o nome do vereador em questão, mas já que Ronaldo havia se manifestado, o mesmo seria o “réu confesso” do assunto.

“Se vossa excelência tomou para si, então é um réu confesso, e tem mais, já que me chamou para a briga afirmando ser homem, eu também sou homem e sei resolver meus problemas, minha deficiência está somente nas pernas isso eu posso garantir” respondeu o vereador.

Com olhares perdidos após a tensa discussão, os demais vereadores procuraram saber o que estava acontecendo naquele momento.

A sessão foi encerrada e nos bastidores da câmara ainda perdurava mais conversas paralelas sobre o episódio. O vereador Ronaldo Prado chegou a comentar que Bernardo Lima estava levando ao parlamento um recado de alguém do executivo, e deu a entender que foi da secretária de infraestrutura Maria das Graças Moraes Souza, a filha do prefeito.

Já o vereador Bernardo Lima, comentou que o colega sofre do “mal de liseira” e que está muito preocupado em aparecer nas obras que antes ele não cobrava. Bernardo deixou o prédio da câmara afirmando, que traria para a discussão outros assuntos que desagradará Ronaldo Prado.

Por Tiago Mendes

0 Comentários

Deixe o seu comentário!