20 de maio de 2018
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 20/Maio/2018

Policiais civis abandonam atividades em Parnaíba por falta de pagamento.

 

Cerca de 20 agentes de polícia abandonaram suas atividades desde quinta-feira, dia 17 em alguns órgãos de Parnaíba, devido ao atraso de pagamento de três meses das Condições Especiais de Trabalho (CET) e seis meses de ticket alimentação. A paralisação afeta os serviços prestados pelo IML, Central de Flagrantes, 1º e 2º DP da região, além da Delegacia do Menor Infrator e Delegacia da Mulher.

De acordo com o policial Robinson Castilho, responsável pela remoção de corpos na região, o  IML de Parnaíba atende onze cidades e com a paralisação, teve o quadro de auxiliar de necrópsia reduzido e não estão fazendo mais remoção de corpos. “Se acontecer alguma ocorrência que resultar em morte, os corpos vão ficar expostos e não serão recolhidos pelo IML”, afirma Robison.

Enquanto que as delegacias só estão registrando Boletins de Ocorrência, devido a falta de agentes e escrivão no estabelecimento. Além disso, o delegado Rodrigo Moreira, abandonou sua função no 1º Distrito Policial e na Delegacia do Menor, que agora estão sem titular. O delegado Rodrigo Mello, da Central de Flagrantes, que também era responsável pela delegacia do município de Luís Correia, entregou as duas funções.

Os policiais voltaram a exercer suas funções de origem e as atividades que estavam sendo feitas por eles nesses órgãos, seguem paralisadas por tempo indeterminado. Os agentes policiais estão aguardando alguma decisão do Governo e querem que a situação seja regularizada para que todos retornem as suas funções. Fonte: Portalcostanorte. Foto: web.Edição: APMNotícias.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!