6 de fevereiro de 2020
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 06/fev/2020

Preso em São Luís suspeito de estuprar 12 jovens, a maioria da mesma escola

O delegado Odilo Sena, titular do 21º DP, confirmou nesta quinta-feira (6) ao Cidadeverde.com que foi preso um suspeito de estuprar 12 adolescentes e jovens de uma mesma escola de Teresina.

A prisão ocorreu em São Luís (MA). O cumprimento de mandado ocorreu com policiais civis do Piauí e do Maranhão. A Polícia não divulgou o nome, apenas as iniciais – J.R.A – do preso.

“O caso se trata de múltiplos crimes de estupro e publicação de pornografia infantil onde várias vítimas crianças e adolescentes foram alvo do criminoso que ocorreram na zona Sudeste de Teresina, mais precisamente no Jardim Europa (Grande Usina Santana) entre os meses e outubro e dezembro do ano passado”, informou o delegado.

A investiga aponta que o criminoso aborda as vítimas via WhatsApp e elas têm entre 11 e 22 anos, e a maioria estuda na mesma escola.

A Polícia Civil do Piauí abriu inquérito e investiga a violência sexual e ameaças de morte contra 10 adolescentes e duas jovens. O suspeito exigia fotos nuas das meninas em mensagens pelo Whatsapp e em caso de não ser atendido, ele o ameaçava de estupra-las na escola e matar as vítimas e os pais delas.

As diligências foram executadas pela Diretoria de Inteligência e Força Tarefa da Secretaria de Segurança do Piauí e dirigidas pela 21 Delegacia de Polícia com apoio da Polícia Civil do Maranhão.

“A Polícia Civil do Piauí, nesse ato, representada pela 21 Delegacia de Polícia Civil, aproveita o ensejo para reafirmar o compromisso social e legal que tem com a sociedade”, destacou o delegado.

Atualizada às 10h50

O preso é um rapaz de 32 anos, que é pescador e trabalha como motorista de transporte alternativo.

O delegado Odilo Sena disse que ele foi preso na residência de parentes em São Luís.

“Há indícios de que existe uma outra pessoa na ação criminosa, ainda estamos investigando”, disse o delegado.

O preso será trazido para Teresina para prestar depoimento.

O delegado crê que o preso faz parte de uma ação criminosa voltada para roubo e receptação de celulares.

“Há suspeita de que ele possa fazer parte de um grupo criminoso de receptação de celulares e na ação eles roubam dados dos aparelhos”, disse o delegado.

As ameaças as vítimas, segundo o delegado é “um hobby” do suspeito, já que ele ganharia dinheiro com o roubo dos celulares repassando para terceiros.

Odilo Sena informou que a investigação aponta que há vítimas também no Maranhão, Pará, Rio de Janeiro, Bahia, Brasília e Mato Grosso.

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

0 Comentários

Deixe o seu comentário!