17 de setembro de 2019
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 17/set/2019

Sergio Moro e a Lava Jato estão na mira de cinco deputados do Piauí

Deputados federais de oposição ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) conseguiram apresentar à mesa da câmara um requerimento para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tem como principais alvos a Lava Jato (maior operação de combate à corrupção do mundo) e o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.
Entre os parlamentares interessados nas investigações com poder de polícia estão os piauienses (a) Rejane Dias (PT), Iracema Portella (PP), Margarete Coelho (PP), Assis Carvalho (PT) e Marina Santos (Solidariedade).
Iracema Portella, por exemplo, é integrante do Partido Progressistas presidido pelo senador Ciro Nogueira, citado em delações de investigados na operação. A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) é autora do pedido apresentado na última quarta-feira (11).
A ofensiva visa aprofundar a investigação com base nas mensagens obtidas criminosamente e nunca submetidas à perícia técnica oficial (divulgadas pelo Site Intercept) e apurar se houve “violência à Constituição e aos códigos da magistratura e do Ministério Público” no exercício das atividades de Moro e procuradores.
O grupo sugere até que, caso seja constatado conluio entre autoridades e uso da estrutura do Judiciário para fins políticos, podem ser configurados os crimes de fraude processual, prevaricação, advocacia administrativa e abuso de autoridade.
Analistas apontam que o interesse dos inconformados parece ser mesmo tentar um jeito de punir o ex-juiz Sergio Moro e de acabar com a Lava Jato. A instalação da comissão depende de despacho do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Fonte: Com informações Blog do B. Silva

0 Comentários

Deixe o seu comentário!