14 de junho de 2020
(86) 99577-9242
portaldodelta.redacao@gmail.com
Logo do Portal do Delta
Publicidade

Postado por Delta em 14/jun/2020

Sindicato dos Jornalistas se manifesta contra prisão de Arimateia Azevedo.

Presidente sindicato

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí divulgou nota para se manifestar contra a prisão do jornalista Arimateia Azevedo, dono do Portal AZ, ocorrida na última sexta-feira (12/06), suspeito de extorsão contra um médico.

Confira a nota na íntegra:

Pela transparência e direito ao contraditório
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí (Sindjor-PI) diante da prisão preventiva do jornalista Arimatéia Azevedo, ocorrida durante operação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) da Polícia Civil do Piauí, realizada na manhã do dia 12 de junho de 2020, entende que, numa democracia, mesmo as de menor qualidade e aquelas postas à prova e a risco, a prisão sempre deve ser exceção, nunca a regra. Daí porque, em que pese ser esta uma decisão judicial, o Sindjor-PI insurge-se contra a prisão do jornalista, proprietário do Portal AZ. Trata-se de medida desproporcional, sobretudo considerando ser a pessoa privada de liberdade um profissional com trabalho e residência fixos, reconhecido respeito de seus pares e da comunidade
Acresça-se ao descabimento da prisão o fato de o portal de notícias do jornalista ter sido submetido a medidas restritivas à veiculação de dados relacionados à ação judicial, a qual tramita em segredo de Justiça, fator que se mostrou impeditivo ao amplo direito de defesa e ao contraditório.
Esperamos que a decisão judicial monocrática em primeira instância possa ser reformada em instância superior, de modo a reparar o que este Sindicato considera uma injustiça contra o jornalista Arimatéia Azevedo.
O Sindjor-PI acredita na elucidação dos fatos e das acusações, e que a Justiça seja feita, predominando o Estado Democrático de Direito, garantia do respeito das liberdades civis, dos direitos humanos e pelas garantias fundamentais, através do estabelecimento de uma proteção jurídica.
Teresina, 12 de junho de 2020
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí
O atual presidente do Sindjor-PI é o jornalista Luiz Carlos de Oliveira.

  • Sobre a prisão de Arimateia Azevedo
    A Polícia Civil do Estado do Piauí deflagrou operação na manhã desta sexta-feira, (12/06) e efetuou a prisão de duas pessoas em Teresina, entre elas o jornalista Arimateia Azevedo.
    Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva em desfavor do jornalista e um professor universitário.
    Arimateia, que é dono do Portal AZ está sendo investigado pelo cometimento de crime de extorsão, na forma qualificada, praticado contra o médico. O segundo preso se trata do professor Barreto, da UESPI, que prestou auxílio ao jornalista na prática delitiva, agindo como coautor, segundo apontam as investigações.
    A operação foi desencadeada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado, Greco. De acordo com o coordenador do Greco, delegado Tales Gomes, a polícia civil também cumpriu mandados de busca e apreensão nos endereços residenciais dos investigados e no portal de notícias de propriedade de Arimateia.
    A empresa de Arimateia também esta sendo investigada por receber pagamentos  indevidos do Estado do Piauí sem possuir regularidade fiscal,  usando, para tanto, documentos fabricados. Essa última investigação está a cargo da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR).
    Fonte: 180 graus

0 Comentários

Deixe o seu comentário!